jusbrasil.com.br
22 de Agosto de 2019

Saiba quem tem direito da revisão do saldo do FGTS em 2019

Trabalhadores que tiveram conta de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ativa entre 1999 e 2013 poderão ter direito à revisão dos valores.

Elias Nascimento dos Santos, Estudante de Direito
há 4 meses


Saiba quem tem direito da revisão do saldo do FGTS em 2019. Trabalhadores que tiveram conta de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ativa entre 1999 e 2013 poderão ter direito à revisão dos valores. Em setembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu por unanimidade de votos a substituição da taxa de correção do FGTS. Com isso, foi reconhecido o dever de substituição da taxa de correção da TR (Taxa Referencial) pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

A alteração da taxa pode representar um aumento de até 88,3% a mais no FGTS do Trabalhador que contribuiu entre 1999 e 2013.

Aposentados e trabalhadores que já tenham sacado o FGTS também podem entrar com uma ação para obter a restituição da diferença do valor a mais que teriam direito. A questão foi tema do Recurso Extraordinário (RE) 611503, interposto pela Caixa contra decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3).

Esse reconhecimento promove o chamado efeito multiplicador, ou seja, o de possibilitar que o Supremo decida uma única vez e que, a partir dessa decisão, uma série de processos idênticos seja atingida. O Tribunal, dessa forma, delibera apenas uma vez e tal decisão é multiplicada para todas as causas iguais.

Nas décadas de 80 e 90, o Governo implantou uma série de planos econômicos buscando pôr fim à crise. E para sanear as contas estatais, naquela época, o governo federal deixou de aplicar os índices de inflação em um determinado período, reduzindo o valor real do dinheiro. Assim, o governo repassava ao trabalhador menos do que o seu dinheiro valia, uma vez que não cobria a perda inflacionária.

Para saber se tem acesso a esse direito, é necessário entrar com uma ação de revisão do FGTS. Pode ingressar com a ação todo trabalhador que teve conta ativa no período entre 1999 e 2013. Têm direito também aposentados e trabalhadores que já tenham sacado o FGTS .

A diferença a ser recuperada do FGTS com a correção do INPC pode variar entre 48% a 88% do saldo disponível à época.

Mas existe um prazo para propor a ação. O direito à revisão do FGTS prescreverá em novembro de 2019.


VEJA TAMBÉM:

MATERIAL COMPLETO PARA CORREÇÃO DO FGTS:PETIÇÃO INICIAL ATUALIZADA,PLANILHA DE CÁLCULOS

KIT DO ADVOGADO:AUMENTE SUA PRODUTIVIDADE,ATUE EM NICHOS LUCRATIVOS

RECORRA DE MULTAS DE TRÂNSITO DE FORMA FÁCIL E EFICAZ

MODELO DE DEFESA EM 1ª E 2ª INSTÂNCIAS PARA INFRAÇÃO DE TRÃNSITO

REVISÃO DE JUROS BANCÁRIOS,TEORIA E PRÁTICA:DE ACORDO COM O NOVO CPC,COM QUADROS EXPLICATIVOS

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)